7 artistas que nasceram em Joinville. Você conhece todos?

Joinville tem uma cultura riquíssima, resultante de sua bagagem histórica que carrega elementos de todas as partes do mundo traduzidos na fala, culinária, costumes e arte. Isso mesmo, a Cidade das Flores e dos Príncipes também é berço de ilustres artistas.

Confira nossa seleção de artistas joinvilenses:

1. Juarez Machado

Nascido em 16 de março de 1941, Juarez é um artista plástico multifacetado, com trabalhos de destaque como pintor, escultor, desenhista, caricaturista, mímico, designer, cenógrafo, escritor, fotógrafo e ator.

– Grande feito: Com exposições e ateliê internacionais, foi chargista de importantes jornais brasileiros, mímico no Programa Fantástico (Rede Globo) e recebeu inúmeros prêmios ao longo de sua carreira.

– Curiosidade: O cenário e a iluminação do filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain” foram inspirados em suas pinturas de cores quentes.

– Em sua homenagem: Foi criado o Instituto Internacional Juarez Machado, um centro cultural que recebe exposições fixas e itinerantes do artista. O instituto fica na Rua Lages, 994, América – Joinville, SC.

2. Hamilton Machado

Nascido em 24 de março de 1949, Hamilton José Silveira Machado foi um importante pintor e desenhista de reconhecimento nacional. O artista faleceu em 1992, aos 43 anos.

– Grande feito: Atuou como ilustrador do Jornal do Brasil e de revistas do Rio de Janeiro na década de 1970. Também foi cenógrafo da TV Globo e TV Educativa. Realizou 14 exposições individuais no Brasil e 40 coletivas no país e no exterior.

– Em sua homenagem: Recebeu uma placa exposta atualmente na sala 10 do Museu Casa Fritz Alt, localizado na Rua Aubé, Boa Vista – Joinville, SC.

3. Luiz Henrique Schwanke

Nascido em 16 de junho de 1951, Luiz Henrique Schwanke foi um artista plástico de destaque nacional. Criou desenhos, esculturas, pinturas e instalações. Faleceu em 1992, aos 40 anos.

– Grande feito: Produziu mais de 3 mil obras que participaram de mais de 130 exposições individuais e coletivas e recebeu mais de 30 prêmios.

– Curiosidade: Foi o artista brasileiro mais premiado em 1985.

– Em sua homenagem: Possui uma exposição permanente no Museu de Arte Contemporânea Schwanke, localizado na Rua XV de Novembro, 1388, América – Joinville, SC.

4. Eugênio Colin

Nascido em 29 de julho de 1916, foi um artista de destaque no ramo de desenho e pintura de bordados e tapeçarias. Também realizava pinturas a óleo e aquarela. Faleceu em 2004, aos 88 anos.

– Grande feito: Foi considerado um dos melhores paisagistas do país pela União Brasileira de Escritores, em 1966.

– Curiosidade: Era sobrinho de Max Colin e primo de João Colin, personalidades conhecidas na história da política joinvilense.

– Em sua homenagem: Em 1981, recebeu uma sala especial no MAJ (Museu de Arte de Joinville) para expor suas obras na 11ª Coletiva de Artistas de Joinville.

5. Nuno Roland

Nascido em 1º de março de 1913, ficou conhecido como um dos maiores cantores da época de ouro do rádio brasileiro. Faleceu em 1975, aos 62 anos.

– Grande feito: Atuou na Rádio Record, Rádio Educadora Paulista e Rádio Nacional. Gravou 9 músicas que atingiram sucesso em todo o país, com destaque para o Hino do Fluminense em 1940, Hino do Botafogo em 1950 e “Peixe vivo” no mesmo ano.

– Curiosidade: Iniciou a carreira como cantor em um cassino na cidade de Passo Fundo (RS).

6. Amanda Richter

Nascida em 28 de fevereiro de 1990, a atriz participou de “Malhação”, na Rede Globo, atuou em séries e novelas da mesma emissora, apresentou programas televisivos e, atualmente, é repórter do “Como Será?”- programa jornalístico produzido e transmitido pela Rede Globo.

– Curiosidade: Amanda Richter foi casada com o ator Max Fercondini por 9 anos e o divórcio foi anunciado recentemente.

7. Baterista Duda

Nascida em 8 de agosto de 2009, a instrumentalista já conquistou horizontes internacionais, em apresentações nos Estados Unidos, Alemanha, Austrália e Itália, para o programa Little Big Shots (show de talentos). Em palcos brasileiros, a baterista marcou presença no programa Xuxa Meneghel (Rede Record), Silvio Santos, Legendários, Domingo Espetacular, entre outros.

– Grande feito: Recebeu o título de baterista mais jovem do Brasil em 2015, concedido pela RankBrasil (recordes brasileiros), quando tinha 6 anos.

Joinville realmente possui uma cultura ímpar e artistas consagrados que merecem ser homenageados e relembrados sempre.

Sentiu falta de algum artista no texto? Conta pra gente nos comentários.

  • Thiago Moraes

    Faltou o Germano Pereira, que interpretou Adamo, primogênito de totó, interpretado por Tony Ramos em Passione. Tbm é de Joinville..

  • Cheyenne Cristina

    Olá, não sei se o artista plástico Luiz Si é de Joinville, mas sei que ele morava aqui, tive aulas de desenho com ele quando criança e ja vi algumas obras dele inclusive no fantástico… vale conferir.