História da Cerveja no Brasil – Parte 3 – As Grandes Indústrias

Nessa série sobre a história da cerveja no Brasil, já contamos como a bebida chegou por aqui (clique aqui e confira) e como as cervejas artesanais surgiram, fazendo muito sucesso (clique aqui e confira).
Nesse post, vamos contar um pouco mais sobre a história das grandes indústrias de cerveja do nosso país.

 

Cervejas nacionais dominam o mercado

No final do século XIX, os impostos aumentaram muito, o que inviabilizou a importação de produtos. Foi então que a cerveja artesanal brasileira começou a expandir e dominar o mercado. As cervejarias artesanais começaram a crescer e empregar funcionários. Foi nessa época, final do século XIX e começo do século XX, que se firmaram as muitas marcas que hoje conhecemos.

 

Surgimento de grandes cervejarias brasileiras

Antarctica

Joaquim Salles era proprietário de um matadouro de suínos com o nome Antarctica, local onde possuía uma máquina de fazer gelo. Em 1882, ele formou uma sociedade com Louis Bucher, dando origem a uma fábrica com o mesmo nome do matadouro.

Localizada em São Paulo, no início a empresa dedicava-se à produção de gelo e produtos alimentícios. Em 1885, passou a fabricar cervejas com o nome Antarctica. Esse foi um importante fato na história da cerveja, pois até então as cervejas eram vendidas em barril e não tinham uma marca própria. A Antarctica cresceu muito, tendo uma filial em Joinville. Durante sua existência, essa filial foi considerada por muitos como tendo a melhor cerveja nacional, devido a qualidade da água existente na região.

  Rotulo Cerveja AntarticaFábrica em Jonville / SC, uma das melhores cervejas já produzidas.

Fabrica Catarinense

 

Brahma

Em 1888, Joseph Villiger, um emigrante suíço, resolveu abrir o seu próprio negócio. Acostumado com o sabor das cervejas europeias, ele começou a fazer cerveja em casa. Villiger inaugurou a “Manufatura de Cerveja Brahma Villiger & Companhia”, com uma produção diária de 12.000 litros de cerveja e 32 funcionários. A origem da palavra Brahma é uma referência ao deus hindu.

Rotulos Brahma

 

Cervejaria Skol

Em 1967, a cerveja europeia Skol Pilsen chega ao Brasil, para ser vendida sob licença. Sua história marcou a chegada de grandes inovações em nosso país:

• Em 1971 lançou a primeira cerveja em lata, feita de folha de flandres.
• Em 1979 lançou a primeira cerveja em lata de alumínio
• Em 1997 trouxe ao mercado a primeira lata com boca redonda, que dá uma abertura maior na lata.
• Em 1998 iniciou um período de campanhas publicitárias maciças.

primeira-cerveja-lata

Legenda: A propaganda acima, publicada em 1971, anuncia o lançamento da primeira cerveja em lata do país, através da Skol.

 

Cervejaria Kaiser

Em 1980, surge em Divinópolis (MG) a cervejaria Kaiser, que significa“imperador” em alemão. A cerveja foi uma tentativa de Luiz Otávio Possas Gonçalves quebrar a hegemonia do mercado. Ele já era vendedor de refrigerantes e com a cerveja, poderia ser mais forte do que os seus concorrentes.

InBev

Em 1999, a partir da fusão entre Companhia Antarctica Paulista e a Companhia Cervejaria Brahma, surge a Companhia de Bebidas das Américas (AmBev). Posteriormente ela se fundiu com a gigante belga Interbrew, formando a InBev. Em 2004, tornou-se a maior produtora do mundo.

 

O resgate da sabor da Cerveja Artesanal

Com as grandes indústrias e a competitividade, surgiu uma forte pressão para produção de cervejas com menor custo. Com isso, as grandes indústrias adotaram ingredientes com menor custo para produção de cerveja, como o milho, e isso influenciou o gosto da cerveja nacional. O que vemos atualmente é um movimento de resgate da melhor cerveja, com o surgimento de cervejarias nacionais e uma rápida mudança no paladar dos brasileiros.
Independente do fabricante, o que importa é a cerveja que melhor se adapta ao seu gosto.
No nosso próximo post, vamos contar um pouco mais sobre a história da cerveja aqui em Joinville. Marcada pela tradição alemã da produção da cerveja artesanal, vamos conhecer as marcas e nomes que fizeram história por aqui e inspiram muitos cervejeiros.

Referência:  Livro Larousse da Cerveja, Editora Larousse.

Curte a história da cerveja? Então recomendamos que leia também:

Lembre-se: se beber não dirija; consuma com moderação; bebidas alcoólicas são proibidas para menores de 18 anos.