Como as cervejarias artesanais de Joinville influenciaram o Brasil

Já contamos por aqui a história das primeiras cervejarias em Joinville. Clique aqui e confira esse post.  Abaixo, você vai descobrir como uma das primeiras cervejarias artesanais da cidade se tornou referência para a produção de cervejas no Brasil.

 

Cervejaria Catharinense

Nascida no século 19, a Cervejaria Tiede passou por momentos difíceis (clique aqui e confira a história completa da cervejaria Tiede).  Em 1928, ela foi rebatizada com o nome de Catharinense, fabricando cerveja de alta fermentação. A cervejaria recebeu a sociedade de diversos industriais, entre eles Heinrich (Henrique) Douat, Eugenio Fleischer, Colin & co., Böhm, H. Zimmermann e Werner Metz.

história das cervejas artesanais de joinville

Rótulo da cerveja artesanal Catharinense. Fonte: Acervo histórico de Joinville.

Localizada na Rua XV de Novembro, a Catharinense passou a ser a maior cervejaria de Santa Catarina. A empresa fabricava as cervejas Ouro, Pilsen, Catharinense, Clarinha, Sem Rival, Porter e München. Em 1942, a cervejaria é reinaugurada após a conclusão da construção de seu prédio e, em 1948, a Cervejaria Catharinense foi vendida para a Antarctica, deixando de ser uma cerveja artesanal.

 

Companhia Sulina de Bebidas Antarctica

A Cervejaria Catharinense foi vendida para o Grupo Antarctica em 1948. Em 1973, é criada a Companhia Sulina de Bebidas Antarctica, com sede em Joinville – SC. Atendendo à descentralização, a companhia passa a operar com a incorporação das unidades de Ponta Grossa (PR) e Curitiba (PR).

cervejaria catharinense joinville

Fábrica da Antarctica em Joinville, atual Cidadela Cultural Antarctica. Foto: Arquivo Histórico de Joinville.

A fábrica da Antarctica produziu até o ano de 1998, quando encerrou as atividades, integrando-se a Ambev.

 

Referência: Arquivo Histórico de Joinville.

Lembre-se: se beber não dirija; consuma com moderação; bebidas alcoólicas são proibidas para menores de 18 anos.